GPS Lifetime GPS Lifetime

Erisipela: doença bacteriana infecciona a pele com lesões avermelhadas

Erisipela: doença bacteriana infecciona a pele com lesões avermelhadas
photo Reprodução

Causada pela bactéria Streptococcus pyogenes, a erisipela é uma doença infecciosa que chama atenção pelos sintomas na pele, principalmente, nos membros inferiores, como pernas e pés. Contagiosa somente nas situações que apresentam secreção, a infecção cutânea ocorre quando as bactérias que se colonizam, penetram na pele por meio de uma ferida, cirurgias, picada de inseto, frieira ou manipulação inadequada das unhas.

Batizada por cientistas com um nome incomum, a erisipela recebeu outras definições do senso comum. Popularmente, a doença é como zipra, esipra, zipla ou maldapraia. Sem preferir pessoas com determinada faixa etária ou sexo, a infecção tende a ser mais suscetível em indivíduos obesos, diabéticos, com má circulação ou o sistema imunológico enfraquecido. 

Além da Streptococcus pyogenes, outras bactérias presentes na pele podem desenvolver a erisipela. É o caso do Staphylococcus aureaus e da Haemophilus influenzae. Esses microorganismos atingem camadas da pele e tecidos linfáticos, o que provoca ferimentos e inflamações, sinais de origem da doença. 

 

Sintomas

Não diferente das doenças ocorridas na derme, a erisipela é mais uma inflamação que ocasiona feridas avermelhadas doloridas, que deixam o local com a sensação de queimação. Nos casos mais graves, na região afetada pode ocorrer a formação de bolhas e o escurecimento da pele – tais sinais indicam a piora do quadro que pode evoluir para a chamada erisipela bolhosa.  

Para chegar a situação mais grave, na maioria dos casos, o paciente não tem procurado tratamento adequado. As bactérias causam o acúmulo de pus, o que pode a vir contribuir para uma necrose da pele ou atingir a circulação sanguínea. Dentre os resultados preocupantes estão a infecção generalizada e o risco de morte. 

 

 

Diagnóstico

Por agredir a pele, o diagnóstico da inflamação é determinado por um clínico geral ou dermatologista. Ambos os médicos avaliam os sintomas da doença sem precisar solicitar exames que colham amostras de sangue ou da pele. O pedido para tais testes é feito apenas em casos graves ou para confirmar o tipo de bactéria causadora da doença. 

Por ter uma definição rápida, é recomendado aos pacientes que ao verificarem o surgimento dos primeiros sintomas, procurem imediatamente um especialista. Quanto mais precoce o indivíduo descobrir ter erisipela, mais eficaz será o tratamento e menores as chances de complicações, como linfedema ou infecção generalizada. Segundo os médicos, a melhor maneira de evitar o desenvolvimento da doença é tratar os ferimentos existentes na derme e protegê-los de futuras infecções. 

 

Tratamento

Curável quando diagnosticada rápido, a terapêutica da doença ocorre por meio da ingestão de antibióticos, sendo esses, penicilina, amoxilina ou ciprofloxacino. Nas situações de lesões mais graves ou que atingem a circulação sanguínea, a indicação pode ser o uso de medicamentos intravenosos ou até cirurgias para a remoção da necrose. Pomadas ou cremes antimicrobianos podem ser indicados para melhorar e aliviar a região afetada.

 

Fica a dica!

Vale ressaltar que pessoas que convivem com um portador de erisipela deve redobrar todos os cuidados necessários para não entrar em contato com a bactéria. Para isso, é preciso lavar as mãos e não dividir objetos pessoais.


Novo amor: Brad Pitt está namorando Charlize Theron, diz jornal

Novo amor: Brad Pitt está namorando Charlize Theron, diz jornal
photo Reprodução

O affair teria começado no Natal

 

Casal perfeito? De acordo com o jornal inglês The Sun, Brad Pitt está namorando a atriz e ex-modelo sul-africana Charlize Theron. O periódico afirma que o relacionamento teve start no Natal, quando os pombinhos foram apresentados por Sean Penn, ex-marido da loira. 

“Eles estão se vendo casualmente há quase um mês. Eles eram amigos há um tempo, ironicamente apresentados por Sean Penn, e as coisas evoluíram”, declarou uma fonte ao jornal.

Se os boatos forem verdadeiros, esse é o primeiro relacionamento público de Pitt desde que ele se divorciou de Angelina Jolie, em setembro de 2016. Pitt e Jolie têm seis herdeiros juntos. Já Charlize tem dois filhos adotados.

Rixa

Angelina e Theron, inclusive, têm uma rixa de longa data. Segundo a imprensa, as duas atrizes não se suportam por questões profissionais. A história que rola solta em Hollywood é de que elas disputam os mesmos papéis há anos. 

Em 2017, por exemplo, Angelina teria sido convidada para fazer A Noiva de Frankenstein e Charlize ficou como a segunda opção, protagonizando o filme caso a morena declina-se. Nos bastidores dos estúdios, o burburinho era de que a ex de Brad Pitt não tinha interesse no longa, mas enrolou o máximo que pôde para dar sua resposta. Isso só para irritar Theron, que aguardava ansiosamente para saber se iria ou não ser chamada.

“O festival de ódio entre essas duas começou há muito tempo e não vai parar”, informou uma fonte ao site Radar. “É como se os diretores quisessem jogar uma contra a outra, balançando um roteiro para as duas e deixando-as a brigar por ele.” Bafão!