GPS Lifetime GPS Lifetime

"Maestro" dos eventos: conheça a história de Marcelo Pimenta

"Maestro" dos eventos: conheça a história de Marcelo Pimenta
collaborated Rebeca Oliveira
photo Luara Baggi

"Maestro" de diversas festas de Brasília desde a década de 1990, Marcelo Pimenta faz aniversário nesta quinta-feira, e relembra os 27 anos de carreira ao GPS|Lifetime

Por trás de um resultado glamouroso, suor e sacrifício. Antes dos cliques, dias, meses e até anos de trabalho intenso. A vida de um cerimonialista pode, à primeira vista, se resumir a festejo e alegria. Entretanto, é um caminho construído ao custo de muita entrega. A partir desta quarta-feira, 26, o GPS|Lifetime perfila os principais profissionais do segmento em Brasília. O primeiro deles? Marcelo Pimenta, que celebra aniversário amanhã.

O começo da carreira foi em 1991, com um casamento para 700 pessoas feito a pedido de uma amiga. O que para alguns poderia soar como loucura, para Marcelo foi encarado como um grande desafio.



Anos se passaram, as tradições mudaram - quem se lembra dos enormes bolos baixos cobertos com glacê, hoje substituídos por naked cakes e afins? - e o cargo que ele ocupa, que começou como hobby, atualmente é fundamental em qualquer evento que tenha a excelência como norte.

"A profissão mudou bastante, tomou uma proporção muito grande. O cerimonial só era visto em castelos, em eventos gigantescos. Atualmente, é um artigo necessário. Já ouvi muita gente falar que dá conta de organizar tudo sozinha e depois, lá na frente, confessa estar morta", conta o profissional.


Além de atender o mercado de casamentos, o segundo nicho mais procurado é o de festas de 15 anos, que tomaram proporção quase igual ao "dia do sim". Antes, as "farras" eram sediadas em clubes e individuais. Nos tempos modernos, viraram temáticas, quase palacianas. "O '15 anos' pode ser mais rico que um casamento. Dá para brincar mais, e a gente argumenta, com os pais, de que a debutante sempre volta para casa", continua.
 

Carreira


Marcelo Pimenta já está entrando na terceira geração de clientes. Assinou do batizado a hora que subiram ao altar. Luiza Jabour, por exemplo, o contratou para diversos momentos da vida. Isso o insere no convívio de diversas famílias. É como alguém que, mesmo sem laços de sangue, mantém vínculos duradouros - algo raro em época de relações efêmeras.



Diferentemente da época em que começou, o cerimonialista acredita que, por conta da realidade sócio-econômica, muitos eventos têm sido mais enxutos. Não em qualidade, mas sobretudo no número de convidados. "Em vez de fazer uma festa para 700 pessoas, optam por uma grande celebração dividida em três dias, para 150 invitados", exemplifica.

Apesar da grande organização - um crossover entre anotações à moda antiga e planilhas em Excel - Marcelo reconhece que todo happening está sujeito a imprevistos. É o velho clichê de matar um leão por dia. E, ainda assim, estar sujeito a intempéries. Ele mesmo teve alguns. Um exemplo recente? A greve dos caminhoneiros, que fez muitos colegas suarem frio, com o risco de não receberem insumos básicos. "Alguns trouxeram flores literalmente na mala", revela.


Trends

Menos é mais. Deixe os statement para a moda. "A Meghan Markle é um grande exemplo", emenda Pimenta.

"Existe muita influência de fora. Entretanto, vemos pelos weddings realizados recentemente uma volta da valorização da família. Já não é comum weddings para 1000 pessoas, como acontecia antigamente em Brasília. Estão retornando os casamentos em casa, para 50 pessoas", completa.



Na ativa

Não pense que os 27 anos de carreira fazem o profissional se acomodar. Projetos futuros não faltam. Em breve, ele embarca para Nova York, onde fará um casamento inesquecível e com tradições judaicas.

E as boas-novas não param aí. Outra notícia quente é a parceria com a perfumaria londrina Jo Malone, no Shopping Iguatemi. Por lá, as clientes do cerimonialista terão atendimento especial e diferenciação no preço. "A cultura americana e europeia de presentear os seus padrinhos e madrinhas antes do casamento está vindo para o Brasil", conta.


No entanto, em vez de escolher chocolates, a trend aponta para itens mais duradouros, como velas, essências e perfumes. "São coisas que vão se eternizar", diz.

Outra collab fechada pelo profissional é com a Cacau Show - uma empresa que, embora tenha uma boa inserção no varejo popular, tem trabalhado com cada vez  mais frequência com o público premium. Uma das vantagens, segundo Marcelo, é a constância no abastecimento de matérias-primas. "As pessoas estão mudando a concepção de parceria", diz.





Calendário MetaFísicos 2019 se inspira na estética dos anos 1980

Calendário MetaFísicos 2019 se inspira na estética dos anos 1980
collaborated Redação
photo Cortesia

Em primeira mão, o GPS|Lifetime revela alguns cliques do badalado calendário. O lançamento acontece neste sábado, 15, no B Hotel, e tem como mestre de cerimônia a diretora de conteúdo do portal, Paula Santana

 

Neon trend! A clínica MetaFísicos apresenta hoje, 15, a edição 2019 do seu badalado calendário. Com exclusividade, o GPS|Lifetime mostra alguns cliques da produção. Ao todo, 23 pacientes do nutricionista Clayton Camargo posaram de acordo com o tema 'Neon'.

A temática revive a estética dos anos 1980, resgatando o ritmo frenético da ginástica de academia, com muita acrobacia, comum àquela época. Entre os musos e as musas desta edição estão o arquiteto Clay Rodrigues e o manager Bruno Mello

Para realizar o projeto, 37 participaram de todo o processo. Além dos modelos, 14 profissionais de backstage, como produtor, fotógrafo, cinegrafista, apoio logístico, pessoal de cabelo e maquiagem estiveram envolvidos. 

O time de estrelas de cada edição é escolhido dentre aqueles pacientes que superaram o desafio de emagrecer ao adotarem um estilo de vida saudável, com alimentação e exercícios físicos. Com o anuário, o nutricionista espera que os modelos se tornem fonte de inspiração para quem busca qualidade de vida.

O lançamento acontece neste sábado, 15, no B Hotel e tem como mestre de cerimônia a diretora de conteúdo do GPS|Lifetime, Paula Santana.

 

 




Leia também: MetaFísicos no ar: Clayton Camargos e Sérgio Morum falam sobre famoso "bumbum na nuca"

Uma febre nacional, o famoso "bumbum na nuca" é tema do segundo episódio de Metafísicos no ar, série desenvolvida por Clayton Camargos e o cirurgião plástico Sérgio Morum, sócios da clínica Metafísicos, em parceria com o videomaker Pedro Lino. O programa trata de saúde, exercícios e bem-estar e, esta semana, se debruça sobre a paixão das brasileiras (e, por quê não, os brasileiros).