GPS Lifetime GPS Lifetime

Bolsonaro e Temer iniciam formalmente governo de transição

Bolsonaro e Temer iniciam formalmente governo de transição
collaborated Agência Brasil

No segundo dia em Brasília após a vitória no segundo turno, o presidente eleito Jair Bolsonaro inicia nesta quarta-feira, 7,  formalmente, o governo de transição ao se reunir, à tarde, com o presidente Michel Temer. Paralelamente, vários ministros já confirmados na futura gestão estão em Brasília para despachos e reuniões.

Bolsonaro começa o dia com um café da manhã com o comandante da Aeronáutica, o brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato. Ele também tem agendados encontros com os presidentes do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha.




Às 16h será a primeira vez que Bolsonaro e Temer se encontrarão para selar o início simbólico do governo de transição. Em várias ocasiões, o presidente eleito elogiou o antecessor por estar repassando informações e facilitando para a equipe que assumirá em 2019.

Equipes dos dois presidentes trabalharão juntas para reunir dados e sanar dúvidas, no esforço de dirimir dificuldades para o governo eleito até o final de dezembro. Por parte de Bolsonaro, 27 pessoas, inclusive cinco sem remuneração, foram nomeadas e estão trabalhando.

 As equipes vão atuar em 10 frentes de trabalho, divididas por eixos temáticos, sob a coordenação dos ministros extraordinário Onyx Lorenzoni e da Casa Civil, Eliseu Padilha. Temas de economia, segurança, política e social serão abordados. A previsão é analisar as questões em três etapas: avaliação, diagnóstico e considerações para eventuais propostas de mudanças.    

Bolsonaro pretende ir hoje ao Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), onde funcionará o governo de transição. O local, que fica a 8 quilômetros da Esplanada dos Ministérios e 4 do Palácio do Planalto, serve de gabinete de transição desde a primeira eleição do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Leia também 

Bolsonaro estará em BsB pela primeira vez depois de eleito

presidente eleito Jair Bolsonaro esteve nesta terça-feira, 6, em Brasília, pela primeira vez desde sua vitória no último dia 28. A agenda é intensa e inclui encontros com o presidente Michel Temer, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, além de reuniões com militares e visita ao Congresso Nacional.

Ele embarcou pouco depois das 7h na Base Aérea do Galeão, em um avião da Força Aérea Brasileira. O presidente eleito chegou à Base Aérea por volta das 6h. Sua presença em Brasília marca o início dos trabalhos da equipe de transição do governo, que terá pela frente 56 dias até a posse em janeiro

Acompanham Bolsonaro o vice-presidente eleito, general Mourão, o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente da União Democrática Ruralista (UDR), Luiz Antônio Nabhan Garcia, entre outros.

Também estarão ao lado do presidente eleito o ministro extraordinário Onyx Lorenzoni, e o general Augusto Heleno, confirmado para a Defesa. Ambos participam ativamente do governo de transição.

Agenda

De manhã, Bolsonaro participa da sessão solene dos 30 anos da Constituição, na Câmara dos Deputados. Um forte esquema de segurança foi organizado, inclusive gerando polêmica em decorrência da retirada da imprensa de alguns setores.

O presidente eleito deve almoçar com o ministro Defesa, Joaquim Silva e Luna, depois tem reuniões com os comandantes da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, e  do Exército, general Eduardo Villas Bôas.

Estão programados café da manhã com o comandante da Aeronáutica, o brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato. Haverá ainda encontro com os presidentes do STF, Dias Toffoli, e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha.

Transição

Bolsonaro e Temer se encontram, pela primeira vez desde a eleição, amanhã às 16h, para selar o início simbólico do governo de transição. Até o final de dezembro, equipes dos dois presidentes trabalharão juntas para reunir dados e sanar dúvidas, no esforço de dirimir dificuldades para o governo eleito.

Antes porém, por volta das 14h, o presidente eleito pretende visitar o Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), onde funcionará o governo de transição. O local, que fica a 8 quilômetros da Esplanada dos Ministérios e a 4 do Palácio do Planalto, serve de gabinete de transição desde a primeira eleição do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sucessor de Fernando Henrique Cardoso.


Rede Pão de Açúcar inaugura loja e site dedicados ao vinho

Rede Pão de Açúcar inaugura loja e site dedicados ao vinho
photo Reprodução

Os apreciadores de vinho já podem contar com um novo local para adquirir rótulos e acessórios, selecionados. O Pão de Açúcar entrou na onda do e-commerce e lançou uma plataforma totalmente especializada em vinhos, é o Pão de Açúcar Adega. A marca lançou ainda um aplicativo e uma loja física, mas apenas na cidade de São Paulo.

No e-commerce ou na loja, será possível encontrar uma variedade única de vinhos (1,9 mil rótulos no site e 1,4 mil na loja física), de 16 países, com preços que variam entre R$ 40 e R$ 8 mil, seja para o dia-a-dia ou para ocasiões especiais. Destaque para rótulos como Cloudy Bay, Sassicaia, Pera Manca, Nuits Saint Georges e Chablis Louis Jador, que não são encontrados nos supermercados.
 

A plataforma contará também com uma seleção de acessórios, como abridores, decanters e taças – uma das apostas são os conjuntos Riedel, marca de renome internacional e ideal para vinhos de alta qualidade. Tudo passado pelo crivo do consultor de vinhos da rede, o enófilo Carlos Cabral, uma das maiores autoridades do assunto no país. Além disso, terá alguns dos melhores rótulos de destilados, como uísques, vodcas, gins e tequilas, selecionados de acordo com tendências de consumo.

 

Para quem mora em São Paulo e passar pela loja física encontrará quatro atendentes para orientar nas compras e fornecer dicas sobre os produtos. Todos trabalhavam anteriormente em lojas Pão de Açúcar e foram formados por Cabral. O espaço foi preparado para ser convidativo e agradável, desmitificando que “comprar vinho é complicado”. Um painel mostra as uvas típicas de cada país e os respectivos vinhos; a disposição das gôndolas foi pensada para facilitar o encontro do rótulo desejado. No fundo da loja, um espaço agradável servirá de ponto de encontro para aulas, cursos, degustações, além de eventos especiais.

 

O bom disso tudo é que o Pão de Açúcar Adega entregará em todo o Brasil, inclusive locais em que não há loja física da rede. 

Para assinar, basta acessar o site www.paodeacucar.com/adega.