GPS Lifetime GPS Lifetime

Modo Verão: Sérgio Morum estreia série sobre tratamentos estéticos do GPS|Lifetime

Modo Verão: Sérgio Morum estreia série sobre tratamentos estéticos do GPS|Lifetime
collaborated Rebeca Oliveira
photo Bruno Cavalcanti

Febre lá fora, Ellansé e Silhouette Soft chegam ao mercado brasiliense promovendo uma revolução nos tratamentos estéticos na área facial

Sexta-feira, 21 de dezembro. O sol arde lá fora. O biquíni e a canga estão em mãos. O protetor solar também está separado. Antes de curtir a praia, uma última olhada no espelho. O resultado não agrada por completo. Agora, é radicalizar na dieta e intensificar os exercícios físicos. A cena parece comum? E se o GPS|Lifetime ajudar a ser diferente?

A partir desta sexta-feira, 3, iniciamos uma série de reportagens que tem como intuito evitar a corrida desenfreada à academia ou cortes irracionais à mesa na estação mais quente do ano, e que logo bate à porta. Defendemos o movimento body positive. As curvas naturais são lindas. As marcas do rosto contam história. As estrias até podem ser ignoradas. Mas a sua intenção é sentir-se melhor com a própria imagem, damos o caminho das pedras.

Especial do GPS abordará novos tratamentos - e clássicos infalíveis - para curtir o verão feliz com as próprias curvas

Começamos pelo rosto, um eterno cartão de visitas. Recentemente, Brasília ganhou duas novidades que são febre na Europa, Ásia e Estados Unidos. De acordo com Sérgio Morum, da clínica Metafísicos, tratamentos estéticos minimamente invasivos estão em alta. Garantem retorno quase que imediato à rotina e, em até três meses, apresentam resultado completo. Ainda há tempo!

Dois deles ganham evidência. O primeiro chama-se Ellansé. Trata-se de um preenchedor produzido na Holanda pela Sinclair. Quando injetado abaixo da pele, restaura o volume e corrige sulcos imediatamente. Outra vantagem é que estimula a produção de colágeno, combatendo os sinais do envelhecimento cutâneo. O especialista teve contato com a técnica na Espanha e foi o primeiro a trazê-la para o Distrito Federal. O custo é um pouco mais alto que o convencional - no entanto, a contrapartida é recompensadora: pode durar até quatro anos.

Outra forma de deixar os sinais do tempo menos evidentes são os preenchedores ou fios de sustentação. Chamado de Silhouette Soft, o fio de sustentação facial é composto de ácido polilático, com cones bidirecionais. É também biocompatível e biodegradável. A técnica consiste na inserção de um fio abaixo da pele - ou seja, na gordura.

A aplicação dos fios dura uma hora e meia e auxilia no rejuvenescimento, restaurando o contorno facial. Pode ser realizada desde a as sobrancelhas até o pescoço", explica. É indicado para quem deseja reduzir vincos e sulcos, como o bigode chinês e a linha de marionete. Corrige os efeitos da flacidez cutânea e oferece um efeito lifting natural e duradouro, mesmo após a total absorção do fio.



"Existem dois tipos de preenchedores, os definitivos e os temporários. Dentro da classe dos definitivos, há o polimetilmetacrilato, ou o próprio silicone industrial que, às vezes, até as próprias pessoas injetam. O polimetilmetacrilato é um derivado de acrílico, então, ele fica duro após ser injetado. Mesmo sendo aprovado pela Anvisa, ele só pode ser utilizado em baixas quantidades e é proibido em ambiente domiciliar", alerta. É importante destacar: em tempos de Dr. Bumbum e outros profissionais duvidosos, é mais que urgente discutir a origem, utilização, legalidade e procedência das matérias-primas utilizadas.

"Quem começa a se tratar aos 30 anos chega aos 50 anos com aspecto bem mais jovem do que a pessoa que não está tratando", emenda, ressaltando que, quanto antes vierem os cuidados, melhores são os resultados.

"Sou cirurgião plástico há 15 anos e o perfil mudou muito. Antigamente, não fazíamos esse tratamento preventivo. A média de preocupação com o rosto era a partir dos 50 anos. Agora, entende-se que os tratamentos são importantes a partir dos 30 anos. A pele começa a perder colágeno, a gordura do rosto, que dá sustentação para a pele, já diminuiu de quantidade (principalmente de quem faz atividades físicas intensas)...", finaliza.


GPS|Lifetime ouviu dois pacientes que usaram e aprovaram. Aos depoimentos!

Gabriel Arib, dermatologista
“Ellansé é uma ótima opção para aqueles pacientes que procuram volumização com estímulo de colágeno. O colágeno produzido é o tipo I, que dá um resultado mais natural para a pele. A combinação desse produto com o fio silhouette é o que há de mais moderno em tratamentos combinados, que dão melhor resultado estético”

Clayton Camargos, nutricionista e empresário
Tenho 43 anos e, depois que entrei na casa dos 40, embora sempre tenha me cuidado bastante, a qualidade da pele modificou. Especialmente em relação ao tônus. Percebi que estava perdendo alguns contornos faciais, especialmente da região da mandíbula e do pescoço que vinham me incomodando. Por isso, decidi fazer a passagem dos fios que trouxeram de volta o vigor da minha pele.


Morre, aos 113 anos, o homem mais velho do mundo

Morre, aos 113 anos, o homem mais velho do mundo
collaborated Gustavo Azevedo
photo Reprodução

O centenário faleceu de causas naturais enquanto dormia

 

Morreu neste domingo, 20, o homem o mais velho do mundo, segundo o livro Guinness dos Recordes. A informação foi confirmada pela imprensa japonesa. Masazo Nonaka tinha 113 anos e faleceu enquanto dormia em sua casa, no norte do Japão, de causas naturais.

Nonaka nasceu em 25 de julho de 1905. A mulher e três dos filhos do centenário já haviam morrido.

O Guinness reconheceu Nonaka como o homem mais velho do globo no ano passado, após a morte do espanhol Francisco Núñez Olivera.