GPS Lifetime GPS Lifetime

Modo verão: barriga tanquinho em 20 minutos? GPS|Lifetime conta como é possível

Modo verão: barriga tanquinho em 20 minutos? GPS|Lifetime conta como é possível
photo Reprodução



GPS|Lifetime testou o Alma Prime, nova tecnologia de Lipo Ressonância Seletiva. Aparelho elimina gordura localizada e garante resultado em 20 minutos



Isabel Goulart, Camila Coelho, Gabriela Pugliesi. Em comum, as modelos e influencers exibem uma barriga "tanquinho", definida a ponto de dar inveja. Quer saber como chegar lá? Na segunda parte da série Modo verão (confira aqui a primeira reportagem), na qual listaremos tratamentos estéticos para curtir a estação mais quente do ano com o shape perfeito, nosso foco se volta ao abdômen.

Segundo especialistas, 80% da definição dessa região se deve a uma boa alimentação. Isso porque é lá que o corpo tende a acumular gordura excessiva, gerando as indesejáveis dobrinhas. É, também, um dos maiores incômodos de mulheres que tiveram filhos, quando há uma natural distensão da área – e, com ela, consequências como estrias, flacidez e até celulite.

Acaba de aterrissar em Brasília um equipamento que promete ser o melhor amigo de quem quer vestir o biquíni de lacinho e se sentir plena. E já ganhou até o apelido: “lipo não invasiva”. Tudo indica que o Alma Prime, tecnologia que está arrebatando fãs em todo país, será must have nos próximos meses, quando se intensificam os cuidados com a aparência focando os dias de sol que estão a caminho.

Trata-se de uma lipo ressonância seletiva, pioneira no mercado, que foi trazida ao país pela LBT Lasers, representante nacional da Alma Lasers, label que desenvolve aparelhos para o mercado estético e cirúrgico.  

Camila Coelho
 


Como funciona


O equipamento emite ondas sonares vetoriais. São elas que promovem a tal lipólise não invasiva. O calor gerado, que pode chegar a 42 graus celsius, age diretamente na gordura localizada, diminui a flacidez e estimula a produção de novas fibras de colágeno. A diferença é a eficácia em atingir células de gordura, dez vezes maiores do que as demais.  

O GPS|Lifetime testou. O método é completamente indolor. É possível até mesmo dormir na sessão que durou 40 minutos – 20 minutos em cada lado do abdômen. Ele também pode ser aplicado em outros lugares, como pernas, glúteos e braços. 

Ao final, não há nenhuma restrição. Nos dias após o procedimento, o recomendado é comer pouca gordura e fazer exercícios aeróbicos, com intuito de ajudar a eliminar a gordura perdida.

Quem exibe uma barriguinha discreta consegue resultados com quatro sessões. O intervalo ideal é de 15 dias entre cada visita ao consultório (para experimentar, fomos a clínica Viva!, nos consultórios do Edifício Victoria Medical Center, anexo ao Hospital Brasília).

“Como a ponteira do equipamento é grande, conseguimos atingir uma área maior  e lançar algumas ondas. Essa vibração tem a frequência necessária para atingir a membrana da célula, e ela explode ou deforma. O organismo entende que ela já não deve ser utilizada. É um mecanismo que se chama apoptose. Elas são eliminadas em um processo gradativo, seguro, e sem liberação de gordura no sangue”, explica Odete Manor, especialista em Laser e Diretora Comercial da LBT Lasers.

E não vale apenas para quem deu uma exagerada no chope ou teve problemas em seguir uma alimentação balanceada. Até musas fitness podem aderir. “Há até atletas que, mesmo correndo e fazendo exercícios, continuam com certa gordura localizada. Em poucas sessões, essa pessoa consegue um resultado ótimo”, garante. As sessões custam entre  R$ 700 e R$ 1000. Vale a experiência! 


Louis Vuitton pousa em Nova York para desfile da coleção 'Resort'

Louis Vuitton pousa em Nova York para desfile da coleção 'Resort'
photo Reprodução

Em outras ocasiões na Big Apple, a label francesa já realizou eventos na antiga bolsa de valores, a South Street Seaport, e em uma loja pop-up no Meatpacking District

 

Depois de viajar pelo mundo, de Kyoto ao Rio de Janeiro, a Louis Vuitton desembarca seu show em Nova York. A data escolhida para o grande desfile é 8 de maio de 2019. O motivo?! Dois dias após o Met Gala - festa anual de gala em benefício do Instituto de Figurinos do Metropolitan Museum Of Art - e véspera do aniversário do diretor-criativo da etiqueta, Nicolas Ghesquière.

O designer anunciou a boa nova em sua conta no Instagram com uma montagem, em vídeo, de locais onde houve a apresentação da linha Resort. A notícia ainda não foi confirmada oficialmente pela Louis Vuitton. Mas, a julgar por desfiles passados, a coleção deve ser apresentada em alguma obra arquitetônica icônica da Big Apple.

Desfile da LV no Museu de Arte Contemporânea de Niterói, em 2016

Vale lembrar que a primeira collection Cruise da LV sob o comando de Ghesquière teve como cenário a casa projetada por John Lautner em Palm Springs, na Califórnia, espaço que pertenceu a Bob Hope. Em seguida, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói, no Rio de Janeiro, deu vez às criações do estilista. O show também passou pelo Museu Miho de Kyoto, na China. Já em maio deste ano, o spot escolhido foi a Fondation Maeght, no sul da França.

Em outras ocasiões em Nova York, a label francesa já realizou eventos na antiga bolsa de valores, a South Street Seaport, e em uma loja pop-up no Meatpacking District. Ao que tudo indica, a maison deverá optar por um novo local com design esplêndido. O Guggenheim, projetado por Frank Gehry, é uma opção óbvia, assim como a torre MoMA, projetada por Jean Nouvel, a qual deverá ser inaugurada em 2019. Qual a sua aposta?!

 

*Colaborou Marina Ferreira