GPS Lifetime GPS Lifetime

Sexta-feira 13: curador da Mostra Monstros do CCBB fala sobre a evolução das criaturas no cinema

Sexta-feira 13: curador da Mostra Monstros do CCBB fala sobre a evolução das criaturas no cinema
collaborated Larissa Duarte
photo Reprodução

O GPS|Lifetime conversou com Breno Lira Gomes sobre o subgênero do terror que invade o CCBB até o dia 7 de agosto


Eles podem sair de túmulos, de castelos na Transilvânia, de experimentos que deram errado, do fundo do mar, debaixo da cama ou até mesmo de outro planeta. Em suas mais diversas formas e origens, os icônicos monstros do cinema merecem destaque nesta sexta-feira 13. Até o dia 7 de agosto, o Centro Cultural Banco do Brasil recebe uma mostra exclusivamente dedicada às criaturas que aterrorizam e encantam as poltronas desde o início do século passado.

A retrospectiva Monstros no Cinema conta com curadoria do jornalista e produtor cultural Breno Lira Gomes, quem fez um belo apanhado cronológico dos filmes desse subgênero, reunindo alguns dos principais títulos já produzidos dentro da vertente. São 39 filmes, divididos em 60 sessões e sete categorias: Os Monstros Clássicos, Reinventando os Monstros Clássicos, Os Malditos, Os Gigantes, Os Alienígenas, Os Monstros Brasileiros e Reverenciando os Monstros.


Frankenstein

“Achei interessante dividir a mostra em tipos de monstro para o público compreender como esse universo é vasto. O subgênero começa nos anos 1920, inspirado na literatura gótica. O período deu origem aos clássicos Drácula, Frankenstein e Lobisomem, por exemplo”, conta Breno. Com o passar dos anos, as criaturas foram mudando para se adaptar a um possível diálogo com o mundo real. “O vampiro não tem vez no período da Guerra Fria e de ameaças nucleares. Nesse contexto, o protagonista-vilão se transforma em monstros, como o Godzilla, ou seres de outro planeta”, reforça.

Analisando o cenário geral atual, Breno confirma que os monstros nunca saíram de alta, apenas evoluíram. “Já tivemos alguns filmes de monstros em 2018 e um deles é mais um título do selo Jurassic Park. Ou seja, mesmo depois de anos, os dinossauros seguem sendo inspiração para filmes. O Drácula ou o Frankenstein, por exemplo, não causariam agora o mesmo furor que causaram em sua época de estreia.


"Hoje, acima de tudo, o monstro tem que ter uma boa história. Se vai ser um demônio, um zumbi ou um dinossauro, ele tem que estar em uma boa narrativa para cativar o público"
 

Vencedor do Oscar 2018 de Melhor Filme, A Forma da Água é mais um exemplo do poder do subgênero. “O filme de Guillermo del Toro é uma verdadeira homenagem aos monstros e toda a bagagem desse universo dentro do cinema. A obra é uma ode à diversidade e conversa com a realidade, trazendo uma gama de personagens reais: uma mulher surta, um artista homossexual, funcionária negra e um homem branco ‘durão’, por exemplo".

A forma da água

Representando o Brasil, a curadoria traz À Meia-Noite Levarei Sua Alma, do mestre José Mojica Marins, da famigerada Trilogia Zé do Caixão, e Mar Negro, de Rodrigo Aragão, que revolucionou o gênero do horror no país. “Optei por um cineasta clássico e outro recente. Por mais que não exista uma criatura na obra de José Mojica, o pensamento dele é monstruoso”, afirma. Breno também indica outro título brasileiro de destaque, mas que não entrou na mostra, o recém-lançado As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra.

Todavia, o curador confessa que existe certo medo dos cineastas verde-amarelos em apostar no terror.  “Os produtores brasileiros têm medo de arriscar em gêneros e isso explica a escassez no horror. Somente as comédias floram por aqui e levam muito público ao cinema”.  



À Meia-Noite Levarei Sua Alma

Já a criançada, que quase sempre é vítima das temidas criaturas, poderá conferir na retrospectiva os filmes Monstros S.A. e a A Festa do Monstro Maluco.


Monstros S.A

13 de julho – Sexta-feira

16h30 - O homem invisível (1933, 72min), de James Whale – 12 anos
18h30 - O médico e o monstro (1931, 98min), de Rouben Mamoulian – 16 anos
20h30 - Sexta-feira 13 (2009, 97min), de Marcus Nispel – 18 anos

14 de julho - Sábado

16h30 - Frankenweenie (2012, 87min), de Tim Burton – 10 anos
18h30 - Frankenstein (1931, 70min), de James Whale – 12 anos
20h30 - A noiva de Frankenstein (1935, 75min), de James Whale - Livre

17 de julho – Terça-feira

18h30 - A pequena loja dos horrores (1986, 94min), de Frank Oz – 14 anos
20h30 - A pequena loja dos horrores (1960, 72min), de Roger Corman – 14 anos

18 de julho – Quarta-feira

16h30 - Mar negro (2014, 92min), de Rodrigo Aragão – 18 anos
18h30 - O lobisomem (1941, 70min), de George Waggner – 12 anos
20h30 - Um lobisomem americano em Londres (1983, 97min), de John Landis – 18 anos

19 de julho – Quinta-feira

14h30 - Gremlins (1984, 102min), de Joe Dante – Livre SESSÃO COM AUDIO DESCRIÇÃO
16h30 - King Kong (1933, 94min), Merian Caldwell Cooper e Ernest B. Schoedsack - Livre
18h30 - Cloverfield – monstro (2008, 90min), de Matt Reeves – 14 anos
20h30 - Godzilla (1954, 96min), de Ishirô Honda – 12 anos

20 de julho – Sexta-feira

16h30 - A mosca (1986, 96min), de David Cronenberg – 14 anos
18h30 - O monstro da lagoa negra (1954, 79min), de Jack Arnold - Livre
20h - Debate "Cinema & monstros: uma história de amor", com o curador Breno Lira Gomes, a pesquisadora Rita Ribeiro e o crítico Tiago Belotti, do canal Meus 2 Centavos - Livre

21 de julho - Sábado

10h – Masterclass: "Da natureza dos monstros: o fascínio do gênero horror no cinema" – 18 anos
16h30 - A festa do monstro maluco (1967, 95min), de Jules Bass - Livre
18h30 - A múmia (1932, 73min), de Karl Freund – 12 anos
20h30 - A lenda do cavaleiro sem cabeça (1999, 105min), de Tim Burton – 18 anos

22 de julho - Domingo

10h30 – Sessão BB Azul de Cinema: Monstros S.A (2001, 92min), de Pete Docter - Livre
14h30 - Sessão BB Azul de Cinema: Monstros S.A (2001, 92min), de Pete Docter - Livre
16h30 - Drácula (1931, 74min), de Tod Browning – 12 anos
18h – Drácula – O vampiro da noite (1958, 82min), de Terence Fisher – 16 anos
20h – Drácula de Bram Stocker (1992, 127min), de Francis Ford Coppola – 14 anos

24 de julho – Terça-feira

16h30 – A hora do pesadelo (1986, 92min), de Wes Craven – 18 anos 
18h30 – A meia noite levarei sua alma (1964, 81min), de José Mojica Marins – 16 anos
20h30 – Mar negro (2014, 92min), de Rodrigo Aragão – 18 anos

25 de julho – Quarta-feira

16h – A forma da água (2017, 121min), de Guillermo del Toro – 16 anos (sessã com legenda descritiva)
18h30 - Monstros (Freaks) (1932, 63min), de Tod Browning – 16 anos
19h40 – Debate "De onde nascem os monstros?", com o curador Breno Lira Gomes, a pesquisadora Julia Maass e o crítico e pesquisador Sergio Moriconi - Livre

26 de julho – Quinta-feira

16h - A mosca (1986, 96min), de David Cronenberg – 14 anos
18h – O enigma de outro mundo (1983, 109min), de John Carpenter – 16 anos
20h30 - Alien – O 8º passageiro (1979, 115min), de Ridley Scott – 14 anos

27 de julho – Sexta-feira

16h30 - Cloverfield – monstro (2008, 90min), de Matt Reeves – 14 anos
18h30 – King Kong (1933, 94min), Merian Caldwell Cooper e Ernest B. Schoedsack - Livre
20h30 - Tubarão (1975, 124min), Steven Spielberg – 14 anos

28 de julho - Sábado

14h – Oficina de Maquiagem e Caracterização – 14 anos
16h30 - Monstros S.A (2001, 92min), de Pete Docter - Livre
18h30 - Frankenstein (1931, 70min), de James Whale – 12 anos
20h30 - O jovem Frankenstein (1974, 105min), de Mel Brooks – 10 anos

29 de julho - Domingo

14h – Oficina de Maquiagem e Caracterização – 14 anos
16h30 – Onde vivem os monstros (2009, 101min), de Spike Jonze – 10 anos
18h30 - A noiva de Frankenstein (1935, 75min), de James Whale - Livre
20h30 - Deuses e monstros (1998, 105min), de Bil Condon – 14 anos

31 de julho – Terça-feira

18h30 - A pequena loja dos horrores (1986, 94min), de Frank Oz – 14 anos
20h30 - Drácula – O vampiro da noite (1958, 82min), de Terence Fisher – 16 anos

01 de agosto – Quarta-feira

15h - Círculo de fogo (2013, 132min), de Guillermo del Toro – 12 anos
18h - O hospedeiro (2007, 110min), de Bong Joon-ho – 14 anos
20h30 - O enigma de outro mundo (1983, 109min), de John Carpenter – 16 anos

02 de agosto – Quinta-feira

15h30 - Um lobisomem americano em Londres (1983, 97min), de John Landis – 18 anos
17h30 - Alien – O 8º passageiro (1979, 115min), de Ridley Scott – 14 anos
20h30 - A hora do pesadelo (1986, 92min), de Wes Craven – 18 anos  

03 de agosto – Sexta-feira

16h - Drácula de Bram Stocker (1992, 127min), de Francis Ford Coppola – 14 anos SESSÃO COM INTÉRPRETE DE LIBRAS
18h30 - O monstro da lagoa negra (1954, 79min), de Jack Arnold - Livre
20h30 - A forma da água (2017, 121min), de Guillermo del Toro – 16 anos

05 de agosto - Domingo

16h30 - O lobisomem (1941, 70min), de George Waggner – 12 anos
18h30 - O fantasma da ópera (1943, 93min), de Arthur Lubin – 14 anos
20h30 - O vingador tóxico (1984, 82min), de Lloyd Kaufman e Michael Herz – 18 anos

07 de agosto – Terça-feira

18h30 – Onde vivem os monstros (2009, 101min), de Spike Jonze – 10 anos
20h30 - Gremlins (1984, 102min), de Joe Dante - Livre

Serviço
Monstros no Cinema
Data: 12 de julho a 07 de agosto
Local: Centro Cultural Banco do Brasil Brasília - SCES, Trecho 02, lote 22
Tel.: (61) 3108-7600
Funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 21h
Horários de Exibição: verifique a programação
Ingressos: as sessões serão gratuitas
Inscrição para Oficina da maquiagem: enviar nome, RG e telefone para o endereço monstrosnocinema@gmail.com Vagas limitadas.
Classificação indicativa: ver programação


Novo amor: Brad Pitt está namorando Charlize Theron, diz jornal

Novo amor: Brad Pitt está namorando Charlize Theron, diz jornal
photo Reprodução

O affair teria começado no Natal

 

Casal perfeito? De acordo com o jornal inglês The Sun, Brad Pitt está namorando a atriz e ex-modelo sul-africana Charlize Theron. O periódico afirma que o relacionamento teve start no Natal, quando os pombinhos foram apresentados por Sean Penn, ex-marido da loira. 

“Eles estão se vendo casualmente há quase um mês. Eles eram amigos há um tempo, ironicamente apresentados por Sean Penn, e as coisas evoluíram”, declarou uma fonte ao jornal.

Se os boatos forem verdadeiros, esse é o primeiro relacionamento público de Pitt desde que ele se divorciou de Angelina Jolie, em setembro de 2016. Pitt e Jolie têm seis herdeiros juntos. Já Charlize tem dois filhos adotados.

Rixa

Angelina e Theron, inclusive, têm uma rixa de longa data. Segundo a imprensa, as duas atrizes não se suportam por questões profissionais. A história que rola solta em Hollywood é de que elas disputam os mesmos papéis há anos. 

Em 2017, por exemplo, Angelina teria sido convidada para fazer A Noiva de Frankenstein e Charlize ficou como a segunda opção, protagonizando o filme caso a morena declina-se. Nos bastidores dos estúdios, o burburinho era de que a ex de Brad Pitt não tinha interesse no longa, mas enrolou o máximo que pôde para dar sua resposta. Isso só para irritar Theron, que aguardava ansiosamente para saber se iria ou não ser chamada.

“O festival de ódio entre essas duas começou há muito tempo e não vai parar”, informou uma fonte ao site Radar. “É como se os diretores quisessem jogar uma contra a outra, balançando um roteiro para as duas e deixando-as a brigar por ele.” Bafão!