GPS Lifetime GPS Lifetime

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club
collaborated Rebeca Oliveira
photo Bruno Cavalcanti

Sucesso com os hits Glamourosa e Rap do solitário, carioca MC Marcinho resgata funk dos anos 1990 em show no Hostel Lounge Club 

 

Quem gosta de faixas como Bum bum tam tam e Vai, malandra deve ser grato, em parte, a nomes como MC Marcinho, funkeiro que explodiu nos anos 1990 com faixas como Glamourosa e Rap do solitário. O carioca de Duque de Caxias foi um dos maiores representantes do funk melody em sua geração e, no último sábado, resgatou parte desse clima em festa no Hostel Lounge Club, no Club Coat. 

O artista foi um dos convidados do projeto itinerante que se propôe a afastar o marasmo das férias do brasiliense. Com atmosfera criada para lembrar pubs de Amsterdã, o Hostel Lounge Club seguiu a programação com apresentação do MC, que lotou o evento. 

Mas a vibe nostálgica não acaba aí. O grupo Menos é mais também trouxe sucessos de pagode dos anos 1990, aos moldes de Pimpolho, uma das faixas que marcaram a noite. E nem só de passado sobreviveu a balada. O DJ Dudu Moreira tocou hits atuais até o amanhecer. 

Quer ver quem passou pelo evento e sentir o clima da noite? Confira nos cliques de Bruno Cavalcanti. 

 

 

Galeria de fotos
Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Flora Mendes, Natalia Baltore, Lis Noah e Raquel Xavier

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Amanda Souza

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Ana Gantois e Julia Oliveira

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Stefany Helen

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Mirelly Resende, Fernando Igor, Nathalie Simões e Gibson Fernandes

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Naiandra Antunes

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Mayara Palmeira, Thaila Ronna e Nilo Santos

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Mayara Palmeira, Thaila Ronna e Nilo Santos e Gabriela Oliveira

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Lis Noah

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Isabella Cristyna, Isabela Cavalhiere e Naiandra Antunes

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Isabela Cavalhiere

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Guilherme Sena, Natan Oliveira, Gabriel Lacerda e Carol Bontempo

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Giovana Valle, Gabriela Muniz, Aline Jannuzzi e Ana Beatriz Ribeiro

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Isabella Cristyna

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Elaine Maria e Loiane Carvalho

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Stefany Helen e Amanda Souza

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Eduardo Hoffmann, Jhonathan França e Victor Abreu

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Daniel Futuro

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Camila Tourinho, Camila Fernandes e Nara Pinheiro

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Theodora Zaccara

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Ana Gantois, Luiza Dias e Julia Sampaio

Mc Marcinho agita noite nostálgica no Hostel Lounge Club

Nilo Santos


Bolsonaro embarca hoje para Davos, em sua 1ª viagem internacional

Bolsonaro embarca hoje para Davos, em sua 1ª viagem internacional
collaborated Agência Brasil

Presidente defenderá reformas e compromisso com a democracia

 

Com uma agenda voltada para a defesa da abertura econômica, do combate à corrupção e do compromisso com a democracia, o presidente Jair Bolsonaro embarca neste domingo, 20, às 22h, para Davos, na Suíça, onde participará do Fórum Econômico Mundial. Ele viajará acompanhado dos ministros da Economia, Paulo Guedes; das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Em sua 39ª edição, o Fórum Econômico Mundial reúne a elite política e econômica global para discutir a conjuntura mundial e estimular a cooperação entre governos e o setor privado. Na estreia de Bolsonaro no exterior, o governo pretende vender a empresários e a políticos a imagem de que a economia brasileira está modernizando-se, com abertura comercial, segurança jurídica para os investidores externos e reformas estruturais.

O presidente pode discursar na terça-feira, 22, num painel sobre a crise na Venezuela, e tem até 45 minutos reservados para falar na sessão plenária do fórum às 11h30 de quarta-feira, 23, no horário local, 8h30 em Brasília. Bolsonaro também pode discursar no painel O Futuro do Brasil, marcado para logo após a sessão plenária.

Na noite de terça, o presidente terá um jantar privado com os presidentes da Colômbia, Iván Duque; do Equador, Lenín Moreno; do Peru, Martín Vizcarra; e da Costa Rica, Carlos Alvarado Quesada. Os cinco presidentes latino-americanos assistirão a uma apresentação do presidente executivo da Microsoft, Satya Nadella.

Para quarta-feira, 24, está prevista a participação do presidente num almoço de trabalho sobre a globalização 4.0, que trata da quarta revolução industrial proporcionada pela tecnologia e é o tema do Fórum Econômico Mundial neste ano. Em seguida, a comitiva retorna para Zurique, de onde embarca de volta para Brasília, chegando à capital federal na manhã de quinta-feira, 25.




Ministros

Os ministros terão agendas paralelas em Davos. Paulo Guedes tem previstas reuniões com a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, e encontros bilaterais com o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo; com o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Roberto Moreno; e com o secretário-geral da Câmara de Comércio Internacional, John Denton. O ministro da Economia também se encontrará com o secretário de Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin.

Guedes também pretende reunir-se com empresários das áreas de infraestrutura, logística, energia e tecnologia e representantes de fundos de investimentos e fundos soberanos. Nos encontros, o ministro informará que a equipe econômica trabalha numa agenda calcada em quatro pilares: reforma da Previdência, privatizações, reforma administrativa e abertura comercial.

Segundo o Ministério da Economia, Guedes informará que o Brasil pretende dobrar os investimentos (público e privados) em pesquisa, tecnologia e inovação nos próximos quatro anos e a corrente de comércio – soma de importações e exportações – de 22% para 30% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país).

A abertura comercial defendida por Guedes ocorreria de forma gradual, acompanhada de um programa de desburocratização e de redução de impostos para empresas para não sacrificar a indústria brasileira. A diminuição de tributos seria financiada por privatizações e pelas reformas que conterão ou reduzirão os gastos públicos nos próximos anos.