GPS Lifetime GPS Lifetime

Mutirão virtual ajuda casais LGBTs que querem antecipar a união

Mutirão virtual ajuda casais LGBTs que querem antecipar a união
collaborated Redação
photo Reprodução

Medo de perda de direitos com mudança de governo preocupa a comunidade


“Ninguém solta a mão de ninguém”. Inspirados na frase que se consolidou como lema da “resistência” pós-eleições, prestadores dos mais variados serviços estão se mobilizando para apoiar casais LGBTs que querem se casar às pressas, antes da posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

O motivo da oficialização às pressas é o medo. A comunidade teme que a nova gestão tome alguma decisão que afete o direito a união estável e ao casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. A prerrogativa é garantida pela Justiça desde 2011.

Um alerta da presidenta da Comissão da Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Maria Berenice Dias, afirma que não há asseguramento de direitos do LGBTs – uma vez que o feito não é lei - e é recomendável se antecipar para garanti-los.

Na capital federal, um mutirão virtual tomou as redes sociais com posts que oferecem serviços voluntários para a cerimônia de “última hora”. Por meio da sua conta no Facebook, a designer Flávia Dutra, por exemplo, se dispôs a confeccionar grinaldas da sua marca Baroque para quem desejar vestir o acessório.

A chef pâtissière Joana Wanderley Peixoto, à frente do Nube Café, se ofereceu para fazer meio cento de macarons com o “sabor e jeitinho que desejarem”.

Confira outras postagens solidárias:









 

A artista por trás do Ninguém Solta a Mão de Ninguém

Após o resultado da eleição que deu a vitória a Jair Bolsonaro nesse domingo, 28, uma imagem que retrata uma rosa e mão entrelaçadas, com os dizeres "Ninguém Solta a Mão de Ninguém", invadiu as redes sociais e se tornou símbolo de resistência nacional. 

O desenho foi repostado por personalidades como Bruna Marquezine, Taís Araújo, Preta Gil, Bruno Gagliasso e Fernanda Lima, além de ter entrado para os trending topics do Twitter.

A artista por trás da ilustração é Thereza Nardelli Silva. O GPS|Lifetime conversou com a mineira, que se mostrou surpresa com o tamanho da repercussão. "Meus amigos começaram a me mandar prints de pessoas famosas repostando e eu tomei um susto. Quando chegou à Bruna Marquezine, pensei: pô, então foi sério o 'rolê'", conta. 

Desde então, o celular da artista visual, que também é tatuadora, não para de tocar. "Muita gente perguntando se pode tatuar, pedindo a autorização para produzir camisetas, agradecendo por proporcionar um momento de conforto neste momento tão difícil do país", relata. 

Confira a matéria completa no link.

Acompanhe o GPS|Lifetime também no Instagram





Louis Vuitton pousa em Nova York para desfile da coleção 'Resort'

Louis Vuitton pousa em Nova York para desfile da coleção 'Resort'
photo Reprodução

Em outras ocasiões na Big Apple, a label francesa já realizou eventos na antiga bolsa de valores, a South Street Seaport, e em uma loja pop-up no Meatpacking District

 

Depois de viajar pelo mundo, de Kyoto ao Rio de Janeiro, a Louis Vuitton desembarca seu show em Nova York. A data escolhida para o grande desfile é 8 de maio de 2019. O motivo?! Dois dias após o Met Gala - festa anual de gala em benefício do Instituto de Figurinos do Metropolitan Museum Of Art - e véspera do aniversário do diretor-criativo da etiqueta, Nicolas Ghesquière.

O designer anunciou a boa nova em sua conta no Instagram com uma montagem, em vídeo, de locais onde houve a apresentação da linha Resort. A notícia ainda não foi confirmada oficialmente pela Louis Vuitton. Mas, a julgar por desfiles passados, a coleção deve ser apresentada em alguma obra arquitetônica icônica da Big Apple.

Desfile da LV no Museu de Arte Contemporânea de Niterói, em 2016

Vale lembrar que a primeira collection Cruise da LV sob o comando de Ghesquière teve como cenário a casa projetada por John Lautner em Palm Springs, na Califórnia, espaço que pertenceu a Bob Hope. Em seguida, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói, no Rio de Janeiro, deu vez às criações do estilista. O show também passou pelo Museu Miho de Kyoto, na China. Já em maio deste ano, o spot escolhido foi a Fondation Maeght, no sul da França.

Em outras ocasiões em Nova York, a label francesa já realizou eventos na antiga bolsa de valores, a South Street Seaport, e em uma loja pop-up no Meatpacking District. Ao que tudo indica, a maison deverá optar por um novo local com design esplêndido. O Guggenheim, projetado por Frank Gehry, é uma opção óbvia, assim como a torre MoMA, projetada por Jean Nouvel, a qual deverá ser inaugurada em 2019. Qual a sua aposta?!

 

*Colaborou Marina Ferreira