GPS Lifetime GPS Lifetime

Oktober Jazz Bier Festival reúne cerveja e música ao vivo

Oktober Jazz Bier Festival reúne cerveja e música ao vivo
collaborated Redação
photo Cortesia

Festival terá cervejarias artesanais e atrações musicais de Brasília no Estádio Nacional

 

Brasília estende o mês oficial dos cervejeiros: a capital recebe em novembro o Oktober Jazz Bier Festival nos dias 15, 16 e 17, na Arena Lounge do Estádio Mané Garrincha. O festival cultural e gastronômico reúne cervejarias artesanais do Distrito Federal e entorno em um ambiente cenográfico repleto de atrações culinárias. Como trilha sonora, o line up leva para o palco interpretações de jazz, MPB e música instrumental por artistas nacionais e regionais.

O espaço, formado por cerca de 50 estandes no total, congrega 21 marcas cervejeiras e 18 estandes de alimentação. O festival conta ainda com a venda de produtos do setor agro regional, como cafés, vinhos, cachaças, geleias, pimentas, doces, chocolates e embutidos.

Com música, entretenimento e mais de 300 rótulos de cerveja disponíveis, o projeto visa posicionar no mercado das Oktoberfests, evento criado em Munique, na Alemanha, 1814, e que se difundiu pelo mundo e por diversas cidades brasileiras como uma celebração à cultura cervejeira.

A proposta é fomentar o mercado turístico, cultural e gastronômico através da união de atrações musicais e alguns dos principais produtores e empreendedores do segmento de cerveja, além de representantes do mercado gastronômico local.

Entre os artistas que comandam a trilha sonora do evento, a banda Doop Jam no dia 15 e o cantor Tiago Satya, um dos destaques nacionais entre a nova música popular brasileira, se apresenta dia 16 no palco do festival.

No dia 17, o palco relembra momentos icônicos do jazz com um tributo ao cantor e pianista americano Ray Charles, um dos nomes mais marcantes da história mundial do jazz e blues.

Entre as 21 cervejarias presentes no evento, nomes já tradicionais da cena cervejeira da capital como Stadt, Criolina e Corina, e empreitadas regionais como Brasilia Beer, 2 Candangos, Cerrado Beer, Substanz, Activista e Entrequadras.

As opções gastronômicas apresentam variados sabores e referências do mundo. Entre eles, a padaria e cafeteria italiana Siamo Noi e a culinária regional de Salvador com o estande Um Pedacinho da Bahia.

Para os amantes de carne, os churrascos especiais do Angus Truck, as receitas do legítimo hambúrguer do Burn Burger & Beer e a linguiças e carnes gourmet do Peculiaris Gourmet. Entre outros estandes gastronômicos, o Paraíso das Cucas e Estação do Crepe.

O Oktober Jazz Bier Festival tem como objetivo movimentar a cadeia produtiva da gastronomia e valorizar a produção local de cervejas artesanais, divulgando o grande polo de cerveja artesanal que está nascendo em Brasília.

 

Serviço

 

O que? Oktober Jazz Bier Festival

Quando? Dias 15 e 16 às 17h e dia 17 às 11h.

Onde? Arena Lounge do Estádio Nacional Mané Garrincha

Quanto? R$ 20




Louis Vuitton pousa em Nova York para desfile da coleção 'Resort'

Louis Vuitton pousa em Nova York para desfile da coleção 'Resort'
photo Reprodução

Em outras ocasiões na Big Apple, a label francesa já realizou eventos na antiga bolsa de valores, a South Street Seaport, e em uma loja pop-up no Meatpacking District

 

Depois de viajar pelo mundo, de Kyoto ao Rio de Janeiro, a Louis Vuitton desembarca seu show em Nova York. A data escolhida para o grande desfile é 8 de maio de 2019. O motivo?! Dois dias após o Met Gala - festa anual de gala em benefício do Instituto de Figurinos do Metropolitan Museum Of Art - e véspera do aniversário do diretor-criativo da etiqueta, Nicolas Ghesquière.

O designer anunciou a boa nova em sua conta no Instagram com uma montagem, em vídeo, de locais onde houve a apresentação da linha Resort. A notícia ainda não foi confirmada oficialmente pela Louis Vuitton. Mas, a julgar por desfiles passados, a coleção deve ser apresentada em alguma obra arquitetônica icônica da Big Apple.

Desfile da LV no Museu de Arte Contemporânea de Niterói, em 2016

Vale lembrar que a primeira collection Cruise da LV sob o comando de Ghesquière teve como cenário a casa projetada por John Lautner em Palm Springs, na Califórnia, espaço que pertenceu a Bob Hope. Em seguida, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói, no Rio de Janeiro, deu vez às criações do estilista. O show também passou pelo Museu Miho de Kyoto, na China. Já em maio deste ano, o spot escolhido foi a Fondation Maeght, no sul da França.

Em outras ocasiões em Nova York, a label francesa já realizou eventos na antiga bolsa de valores, a South Street Seaport, e em uma loja pop-up no Meatpacking District. Ao que tudo indica, a maison deverá optar por um novo local com design esplêndido. O Guggenheim, projetado por Frank Gehry, é uma opção óbvia, assim como a torre MoMA, projetada por Jean Nouvel, a qual deverá ser inaugurada em 2019. Qual a sua aposta?!

 

*Colaborou Marina Ferreira