GPS Lifetime GPS Lifetime

Fora do Eixo: projeto intinerante leva música e cinema para o DF

Fora do Eixo: projeto intinerante leva música e cinema para o DF
collaborated Redação
photo Cortesia

Com superestrutura de palco som e luz, o Fora do Eixo tem entrada franca e contará também com food trucks

 

Descentralizar e irradiar a cultura pelo Distrito Federal, levando atividades de qualidade com artistas locais para além do Plano Piloto. Esse é o objetivo primordial do Fora do Eixo, que percorrerá três regiões administrativas: Guará, Candangolândia e Núcleo Bandeirante, levando shows musicais de primeira linha e exibição de curtas-metragens premiados.

O projeto leva música e cinema, numa superestrutura de palco móvel de 22 metros e tela de 9 x 4,5, com 500 lugares e área de alimentação com food trucks.

A ideia é mobilizar um espaço cultural itinerante que possibilite a fruição artística, a descentralização cultural, a cidadania e a celebração coletiva em um ambiente de qualidade.

O conjunto de atrações da estreia inclui bandas e artistas brasilienses reconhecidos e com carreira consolidada, a exemplo da Brasília Blues Band, programada para a estreia. A cultuada banda de blues candanga completa 25 anos de carreira e está com álbum novo na praça.

Kadu Lambach, por sua vez, chamou atenção quando foi guitarrista do Legião Urbana no início de carreira do famoso grupo de rock brasiliense. Em carreira solo, teve música gravada pelo ícone do jazz Stanley Clarke.

Formada no Guará, a banda Os Cabelo Duro é um dos expoentes do punk brasiliense com 30 anos de estrada. Já a banda de reggae Nova Raiz circulou por festivais de música na Europa e promete balançar o público.

No domingo, 20, é a vez do veterano Manassés de Sousa, conhecido e respeitado músico cearense residente há muito em Brasília. Junior Tana, ex-integrante da lendária banda Nata Violeta. Por fim, o cantor e compositor Wagner Malta, um dos grandes expoentes da MPB feita em Brasília, é a outra atração do domingo.

Entre os shows musicais, o público vai ter a chance de assistir a filmes de curta-metragem produzidos no DF e premiados em festivais.

Na estreia, os curtas 4, de Vicente Sá, que fala de quatro referências musicais de Brasília: Clodo Ferreira, Liga Tripa, Zé Mulato e Cassiano e do fundador da banda Esquema 6, Tiãozinho; Colorirá, de Gabriele Fernanda, que trata do racismo na infância com a história de Bia, garota de dez anos discriminada na escola; e Censurado, premiado curta de Pedro Buson que revisita a época da ditadura militar para explorar a questão da censura durante aquele regime, mas de forma bem-humorada.

A entrada é franca.

 

Confira a programação completa:

 

Guará (em frente à Casa de Cultura)

 

Dia 19, a partir das 17h

 

Brasília Blues Band

Exibição do Filme Janelas da Vila

Os Cabelo Duro

Kadu Lambach (Tributo a Legiao Urbana)

Nova Raiz

Exibição de curtas-metragens entre os shows


 

Dia 20, a partir das 17h

 

Manassés de Souza

Wagner Malta

Junior Tanna

Exibição de curtas-metragens entre os shows

 

Candangolândia (Praça dos Estados)

 

Dia 26, a partir das 17h

 

Batucada dos Raparigueiros

Coisa Nossa

Banda Bicho Grilo

Exibição de curtas-metragens entre os shows

 

Dia 27, a partir das 17h

 

Manassés de Souza

Wagner Malta

Brasília Blues Band

Exibição de curtas-metragens entre os shows

 

Núcleo Bandeirante (SIBS, no estacionamento do Lendários)

 

Dia 02, a partir das 17h

 

Batucada dos Raparigueiros

Coisa Nossa

Bicho Grilo

Exibição de curtas-metragens entre os shows

 

Dia 03, a partir das 17h

 

Manassés de Souza

Wagner Malta

Junior Tanna

Exibição de curtas-metragens entre os shows


Hora da gramática: saiba como pronunciar o nome de grifes de luxo

Hora da gramática: saiba como pronunciar o nome de grifes de luxo
photo Reprodução

Às vezes, a nomenclatura das labels mais queridinhas do mundo da moda é um tanto complicada de falar

 

Algumas grifes são assunto garantido no papo entre amigas, porém nem sempre da forma correta. Os nomes de origem francesa, inglesa ou italiana ganharam versões abrasileiradas devido o nível de complicação da pronúncia.

Não gosta de se enrolar na hora de falar o nome da grife? Seus problemas acabaram! Abaixo confira como pronunciar certinho a nomenclatura das etiquetas mais hypadas do universo fashion

 

Alexander Wang – Alecsander Uéng

Balenciaga – Balenssiaga

Balmain – Balmá

Bottega Veneta – Botêga Vêneta

Bvlgari – Búlgari

Celine – Cêlín

Christian Louboutin – Cristian Lubutã

Comme des Garçons – Com Dê Gásson

Dolce & Gabbana – Doltchey end Gabana

Givenchy – Givonchí

Gucci – Gúti

Hermès – Erméz

Jacquemus – Jaquemus

Jean Paul Gaultier – Jon Pol Gotiê

Lanvin – Lanvã

Louis Vuitton – Lui Viton

Marchesa – Marquêsa

Moschino – Mosquino

Ralph Lauren – Ralf Loren

Tommy Hilfiger – Tomi Rilfiguer

Versace – Versatchê

Vetements – Vetmon

Yves Saint Laurent – Ivi Sã Lorrã