GPS Lifetime GPS Lifetime

Tradicional Bunny Fair movimenta Dot Paper

Tradicional Bunny Fair movimenta Dot Paper

Tradicional no Gilberto Salomão, a Bunny Fair já tem data para acontecer. Está marcada para 20 de março, das 15h às 20h, a feira que apresenta novidades de Páscoa capitaneada pela empresária Fabiani Christine, da Dot Paper Papelaria Personalizada. Para esta edição, a empresária selecionou 20 expositores parceiros do segmento de festa. Uma novidade é a coleção inspirada em Alice no País das Maravilhas, feito junto ao Bolo da Ivone.


Beyoncé por um dia: saiba quanto custa gravar no Louvre

Beyoncé por um dia: saiba quanto custa gravar no Louvre
collaborated Roberta Pinheiro
photo Reprodução

Um dos casais mais pops do mundo, a cantora norte-americana Beyoncé e o rapper Jay-Z, anunciou no último sábado o lançamento surpresa do álbum conjunto Everything is Love. Entre as nove faixas do disco, está APES**t. O videoclipe da música foi gravado dentro de um dos principais museus do mundo: o Louvre. As cenas seguem uma rota turística pelas três principais obras da instituição: a Vênus de Milo, a Vitória Alada de Somatrácia e a famosa Mona Lisa de da Vinci.

Muita gente invejou Beyoncé e Jay-Z pelo privilégio de estar no Louvre sozinhos e, ainda, gravar um videoclipe no local. Acontece que isso não é novo para a instituição. Na verdade, faz parte de uma estratégia de marketing do museu. Todos os anos, o Louvre sedia cerca de 500 sessões para filmes, televisão e projetos musicais.   

Alguns veículos internacionais falam que por cerca de US$17.500 é possível ter acesso privado às galerias do museu durante um dia inteiro. O casal visitou o Louvre quatro vezes durante os últimos dez anos - em uma delas, inclusive, o casal divulgou uma foto no mesmo local em que gravou o clipe.

 
É a primeira vez que os dois produzem um disco em parceria. Até então, eles colaboraram em diversas faixas de seus trabalhos como " 03 Bonnie and Clyde", "Drunk in love" e "Family Feud".

APES**t tem sido interpretada como um ato de descolonização dentro de um espaço historicamente branco e elitizado. Inclusive, as obras que aparecem no videoclipe falam sobre poder, dinheiro, vitória e um pouco de sacrifício e drama.

O GPS|Lifetime separou algumas:

Galeria de Apolo:

A galeria foi criada no século XVII para expor o poder de Luis XIV, baseando-se no mito de Apolo, o Deus do Sol e patrono das artes, com uma profusão de detalhes decorativos projetados pelo arquiteto, pintor e desenhista de ornamentos, Charles Le Brun.

Mona Lisa:

Um dos quadros mais famosos do mundo e, talvez, o mais valioso. Mona Lisa é o trabalho mais notável e conhecido de Leonardo Da Vinci, um dos mais eminentes pintores do Renascimento italiano. Nele, o artista melhor concebeu sua técnica do sfumato -  gerar suaves gradientes entre as tonalidades. Também é bastante controverso e gera muitas discussões até hoje.

O Juramento dos Horácios:

Apesar de ter sido pintada cinco anos antes do começo da Revolução Francesa, a obra do francês Jacques-Louis David ilustra os ideais do neoclassicismo. David pinta três irmãos fazendo a saudação romana, na qual juram que lutarão pela República Romana. O quadro simboliza o princípio segundo o qual o dever público, o sacrifício pessoal, o patriotismo e a defesa das convicções tomadas em consciência são valores superiores à própria segurança, ou seja, aos seus interesses.

A Balsa da Medusa:

Obra do pintor romântico Théodore Géricault que representa o naufrágio da Fragata da Mesa. A embarcação havia partido da França e navegava em direção a Senegal, na África, com intenções colonizadoras. A pintura representa o momento em que a Fragata começa a afundar e a tripulação e os passageiros não conseguem se salvar com os botes de emergência.

Assista ao clipe: