GPS Lifetime GPS Lifetime

Ibaneis anuncia SOS Segurança com investimento de R$ 300 milhões

Ibaneis anuncia SOS Segurança com investimento de R$ 300 milhões
collaborated Redação
photo Renato Alves/GDF

Além das medidas, governador falou em situação assustadora encontrada no Palácio do Buriti e rombo de mais de R$ 1 bilhão deixado pela antiga gestão 
 

Na tarde desta sexta-feira, 11, o governador do DF Ibaneis Rocha "empoderou" todas as forças de segurança para devolver tranquilidade à sociedade. Cercado pelo seu secretariado, ao lado do vice-governador Paco Britto e dos principais nomes da área, o advogado lançou o SOS Segurança e discursou para policiais, bombeiros e agentes do Departamento de Trânsito.

Na mesma semana em que decretou estado de emergência na saúde, o emedebista anunciou as principais medidas para resolver os problemas de segurança da capital. De acordo com o governador, essa foi uma das principais queixas apontadas em todas as pesquisas realizadas em 2018.

"Vamos tratar as forças de segurança com carinho, com determinação, mas com subordinação e hierarquia. Princípios que regem as forças militares e que serão obedecidos a partir da figura do secretário de segurança", afirmou. Durante todo o pronunciamento, Ibaneis destacou que será um trabalho integrado, englobando as diferentes vertentes. Ao todo, serão investidos quase R$ 300 milhões a mais no setor.

Ações

O primeiro decreto estabelece um aumento na gratificação do trabalho voluntário dos policiais militares. Os oficiais passarão a receber R$ 400 (antes recebiam R$ 300). "A ideia é trazer em torno de mais 300 policiais para as ruas do DF para combater a criminalidade", esclareceu Ibaneis.

Da mesma forma, será encaminhado à Câmara Legislativa uma medida que cria o serviço voluntário na Polícia Civil e que estabelece a mesma remuneração da PM. "Assumo o compromisso de que assim que aprovada a medida na Câmara, no prazo de 30 dias vamos reabrir todas as delegacias do DF", prometeu o governador.  

Outra ação anunciada pelo emedebista foi a nomeação de todos os aprovados em concurso público, incluindo os agentes penitenciários. Ainda este mês, Ibaneis afirmou que lançará um certame para recompor os déficits das forças de segurança.  

Foi criado ainda um grupo com o secretário de segurança, os comandantes e os sindicatos para estudar, de forma imediata, como equiparar os pagamentos da polícia civil e da polícia militar com a federal. Demanda antiga dos oficiais. "Garantindo, para todas as nossas forças, a proporcionalidade nesses vencimentos. Dou um prazo de 15 dias para me apresentarem esse estudo de como vamos conceder os reajustes e em que prazo eles serão pagos", disse.

No SOS Segurança ainda está incluso a construção de mais três delegacias: uma em Taguatinga Centro, outra em Sobradinho II e outra no Setor de Indústria que atenderá a região da Estrutural.

Um convênio com a Secretaria de Educação também foi firmado pelo advogado para formalizar o projeto das escolas militares no DF - assim como ocorreu em Goiás. "Quatro escolas já funcionarão este ano com a participação da PM em união com os professores e o sistema educacional. Vamos levar disciplina e retornar valores cívicos", destacou o governador. As primeiras serão instaladas em Ceilândia, no Recanto das Emas e na Estrutural. Até o fim do ano, o objetivo de Ibaneis é construir 40 colégios para, além da disciplina, diminuir a evasão escolar.  

Por fim, o ocupante da principal cadeira do Palácio do Buriti citou o apoio jurídico que será oferecido aos militares em serviço.

 




Rombo

O governador eleito não gosta de falar das dívidas deixadas pela gestão anterior. Contudo, durante o lançamento do SOS Segurança, Ibaneis Rocha afirmou ter encontrado dentro do Buriti uma situação assustadora. "Para se ter uma ideia, houve uma pedalada de R$ 1 bilhão e 100 milhões só na folha de pagamento de dezembro que nos honramos com dinheiro deste ano", exemplificou.








Novo amor: Brad Pitt está namorando Charlize Theron, diz jornal

Novo amor: Brad Pitt está namorando Charlize Theron, diz jornal
photo Reprodução

O affair teria começado no Natal

 

Casal perfeito? De acordo com o jornal inglês The Sun, Brad Pitt está namorando a atriz e ex-modelo sul-africana Charlize Theron. O periódico afirma que o relacionamento teve start no Natal, quando os pombinhos foram apresentados por Sean Penn, ex-marido da loira. 

“Eles estão se vendo casualmente há quase um mês. Eles eram amigos há um tempo, ironicamente apresentados por Sean Penn, e as coisas evoluíram”, declarou uma fonte ao jornal.

Se os boatos forem verdadeiros, esse é o primeiro relacionamento público de Pitt desde que ele se divorciou de Angelina Jolie, em setembro de 2016. Pitt e Jolie têm seis herdeiros juntos. Já Charlize tem dois filhos adotados.

Rixa

Angelina e Theron, inclusive, têm uma rixa de longa data. Segundo a imprensa, as duas atrizes não se suportam por questões profissionais. A história que rola solta em Hollywood é de que elas disputam os mesmos papéis há anos. 

Em 2017, por exemplo, Angelina teria sido convidada para fazer A Noiva de Frankenstein e Charlize ficou como a segunda opção, protagonizando o filme caso a morena declina-se. Nos bastidores dos estúdios, o burburinho era de que a ex de Brad Pitt não tinha interesse no longa, mas enrolou o máximo que pôde para dar sua resposta. Isso só para irritar Theron, que aguardava ansiosamente para saber se iria ou não ser chamada.

“O festival de ódio entre essas duas começou há muito tempo e não vai parar”, informou uma fonte ao site Radar. “É como se os diretores quisessem jogar uma contra a outra, balançando um roteiro para as duas e deixando-as a brigar por ele.” Bafão!