GPS Lifetime GPS Lifetime

Bell, Saulo e Durval: BsB ganha "versão 2019" de Micarecandanga

Bell, Saulo e Durval: BsB ganha "versão 2019" de Micarecandanga
collaborated Rebeca Oliveira
photo Reprodução

Agendada para os dias 27 e 28 de abril, festa aos moldes da Micarecandanga tem Bell, Saulo e Durval entre as atrações confirmadas

 

Save the date! Nos dias 27 e 28 de abril deste ano, a capital federal irá "ferver", assim como fazia nos tempos de Micarecandanga, tradicional agito que fez sucesso na década de 1990.

Isso porque um grupo de produtores de Brasília se reuniu com o propósito de fazer uma releitura da festa, assim como já aconteceu em novembro do ano passado e também em 2013.

A ideia, agora, é transitar por todos os conceitos que permearam o evento. Histórica, a Micarecandanga marcou a história de Brasília e tinha como principal pilar o axé. Foi ela, aliás, quem mostrou que nem só de rock vive o Planalto Central.

 




O local ainda não foi definido, mas um briefing de Marcelo Piano, um dos organizadores, dá dimensão do que acontecerá nos próximos meses: "faremos uma cenografia extremamente bem elaborada. Criaremos uma cidade cenográfica com trio elétrico e carro de som. O processo de criação com a Look'n'Fell é concebido de modo a acertar o máximo possível. Esse é nosso objetivo", garante o empresário.

Além do axé de Bell Marques, Saulo e Durval Lelys, primeiras atrações confirmadas, haverá ainda outros ritmos e outras histórias. "Provavelmente traremos um grande DJ e artistas que tocam outros gêneros, como sertanejo e samba. Será um ambiente para todas as tribos", assegura. Recentemente, em show na cidade, Bell adiantou ao público que um novo projeto viria para movimentar a cena local. 

Entre os intuitos, está o de apresentar a Micarê para quem não viveu aquela época. A "versão 2019" é assinada por U Piano Entretenimento, R2 Produções, Verri, Medley, GT10 e Backstage.


Hora da gramática: saiba como pronunciar o nome de grifes de luxo

Hora da gramática: saiba como pronunciar o nome de grifes de luxo
photo Reprodução

Às vezes, a nomenclatura das labels mais queridinhas do mundo da moda é um tanto complicada de falar

 

Algumas grifes são assunto garantido no papo entre amigas, porém nem sempre da forma correta. Os nomes de origem francesa, inglesa ou italiana ganharam versões abrasileiradas devido o nível de complicação da pronúncia.

Não gosta de se enrolar na hora de falar o nome da grife? Seus problemas acabaram! Abaixo confira como pronunciar certinho a nomenclatura das etiquetas mais hypadas do universo fashion

 

Alexander Wang – Alecsander Uéng

Balenciaga – Balenssiaga

Balmain – Balmá

Bottega Veneta – Botêga Vêneta

Bvlgari – Búlgari

Celine – Cêlín

Christian Louboutin – Cristian Lubutã

Comme des Garçons – Com Dê Gásson

Dolce & Gabbana – Doltchey end Gabana

Givenchy – Givonchí

Gucci – Gúti

Hermès – Erméz

Jacquemus – Jaquemus

Jean Paul Gaultier – Jon Pol Gotiê

Lanvin – Lanvã

Louis Vuitton – Lui Viton

Marchesa – Marquêsa

Moschino – Mosquino

Ralph Lauren – Ralf Loren

Tommy Hilfiger – Tomi Rilfiguer

Versace – Versatchê

Vetements – Vetmon

Yves Saint Laurent – Ivi Sã Lorrã