GPS Lifetime GPS Lifetime

A chave do amor tem um segredo: viver o hoje e o agora

A chave do amor tem um segredo: viver o hoje e o agora

O homem frágil observa um mundo que experimenta os amores em tempo real e se pergunta até que ponto são amores, até que ponto são pulsões ou até que ponto a forma de amar mudou para novos amantes

 

O amor anda me assombrando. Pressinto velhos fantasmas rondando o porão escuro, onde teias se espalham por todos os cantos, de onde vem um silêncio petrificante. Como abrir a porta e exorcizar o espaço se é tão mais sossegado deixá-lo lá, fazer de conta que não existe e transitar por todos os outros cômodos? Ah, como é difícil habitar-se a si mesmo, completamente, ocupar todo o próprio território, andar livre e sem medo dentro de si próprio.

Quantos de nós podemos dizer que nos habitamos por inteiro? Que não desperdiçamos nossos próprios espaços, que não abandonamos áreas inteiras por medo de assombrações? Pois é  tão mais fácil trancar recintos do que revisitá-los? É tão mais fácil passar o cadeado dos tabus e isolar para viver na faixa estreita do conforto. O medo nos poupa dos sustos e porque tememos muito, vamos nos confinando sem perceber na medida em que o tempo passa.

Entretanto, fico a imaginar como seria ter a chave da coragem e ir com ela abrindo, um a um, cada desvão enclausurado. Libertaríamos almas penadas que nem lembrávamos existir. Descobriríamos que nossos medos nos apequenam, que temos area de sobra dentro de nós para nos ocuparmos com nós mesmos. Que somos não apenas uma construção inacabada, mas, na maioria das vezes embargada por nossos temores, que nos fazem viver a claustrofobia dos sentimentos, em que não sentimos tudo que podemos sentir não porque nos falte extensão, mas porque sobram zonas fechadas dentro de nós, por nosso próprio desígnio. 

Eu queria tanto demolir esta construção e começar tudo de novo. Começar tudo do chão. Empunhar a marreta e produzir cicatrizes em todas as paredes até o colapso. E, depois, retirar todo o entulho e transformar tudo num terreno aplainado. Mas vidas são obras que só aceitam reformas. Casas abandonadas, muitas vezes que aceitam, no maximo, restaurações. E que trabalho restaurá-las...

E só há uma matéria-prima na vida capaz de remover seus entulhos ou arrumá-la, de recuperar a luz de seus salões mais deslumbrantes ou transformar seus vãos mais lúgubres: sim, o tempo. O tempo que passa e se acumula e que liberta ou aprisiona. Mas, o mesmo tempo que pode ser também vivido de inúmeras formas enquanto se vive.

O homem frágil observa um mundo que experimenta os amores em tempo real e se pergunta até que ponto são amores, até que ponto são pulsões ou até que ponto a forma de amar mudou para novos amantes, em que o agora é o amor, quando antes o amor era o somatório de um amor idealizado, do amor do ontem, do hoje e do amanhã. O amor era uma linha do tempo, mas pode ser agora bários pontos que formam uma linha. Onde estará a resposta? 

O fato é que amores assombrados podem ser exorcizados com uma ferramenta poderosa: o amor do hoje. Pode sim. E o amor do hoje pode escancarar os sótões dos fantasmas aprisionados do ontem. E vivendo o amor do hoje, sem amanhãs ou ontens, é possível passear por si próprio e pelo outro. Viver o agora. O tempo do amor é o já, é o instante, é o hoje. Só assim casas enclausuradas são invadidas pela mais calorosa luz do dia e tudo se ilumina e todas as portas se abrem. 

A chave do amor tem um segredo: viver o hoje e o agora.  Difícil é encontrar essa chave, difícil é cruzar com esse chaveiro, difícil é girar a fechadura. Quem disse que é fácil o amor?


Novo amor: Brad Pitt está namorando Charlize Theron, diz jornal

Novo amor: Brad Pitt está namorando Charlize Theron, diz jornal
photo Reprodução

O affair teria começado no Natal

 

Casal perfeito? De acordo com o jornal inglês The Sun, Brad Pitt está namorando a atriz e ex-modelo sul-africana Charlize Theron. O periódico afirma que o relacionamento teve start no Natal, quando os pombinhos foram apresentados por Sean Penn, ex-marido da loira. 

“Eles estão se vendo casualmente há quase um mês. Eles eram amigos há um tempo, ironicamente apresentados por Sean Penn, e as coisas evoluíram”, declarou uma fonte ao jornal.

Se os boatos forem verdadeiros, esse é o primeiro relacionamento público de Pitt desde que ele se divorciou de Angelina Jolie, em setembro de 2016. Pitt e Jolie têm seis herdeiros juntos. Já Charlize tem dois filhos adotados.

Rixa

Angelina e Theron, inclusive, têm uma rixa de longa data. Segundo a imprensa, as duas atrizes não se suportam por questões profissionais. A história que rola solta em Hollywood é de que elas disputam os mesmos papéis há anos. 

Em 2017, por exemplo, Angelina teria sido convidada para fazer A Noiva de Frankenstein e Charlize ficou como a segunda opção, protagonizando o filme caso a morena declina-se. Nos bastidores dos estúdios, o burburinho era de que a ex de Brad Pitt não tinha interesse no longa, mas enrolou o máximo que pôde para dar sua resposta. Isso só para irritar Theron, que aguardava ansiosamente para saber se iria ou não ser chamada.

“O festival de ódio entre essas duas começou há muito tempo e não vai parar”, informou uma fonte ao site Radar. “É como se os diretores quisessem jogar uma contra a outra, balançando um roteiro para as duas e deixando-as a brigar por ele.” Bafão!