GPS Lifetime GPS Lifetime

GPS Brasília dá dicas de como se preparar para corridas

GPS Brasília dá dicas de como se preparar para corridas
collaborated Redação

Confira o calendário de corridas em Brasília para o segundo semestre e saiba como se preparar de forma segura

Seja no asfalto, areia ou grama, a corrida se tornou uma das atividades preferidas para quem busca um estilo de vida fitness e quer fugir do ambiente fechado da academia. Em Brasília, cidade que recebe vários eventos da prática durante todo o ano, o segundo semestre será marcado por grandes provas de corrida. Para os veteranos, estas competições servem como preparação para o mais conhecido evento do gênero no País, a São Silvestre. Por outro lado, as corridas menores são como objetivos para quem deseja iniciar na atividade. O GPS|Brasília conversou com o médico ortopedista Dr. Bruno Rezende, da Clínica Arthros, e lista suas maiores dicas e recomendações para os novos adeptos da prática, como cuidados para evitar lesões, principalmente nos joelhos.

1) Musculatura compativel: "A corrida é uma atividade excelente para todo o corpo, mas as articulações merecem muito cuidado. O impacto para o corpo é muito grande. A cada salto, por exemplo, o quadril pode receber até seis vezes o peso do corpo. Para isso, a musculatura precisa estar compatível, ou seja, é bom começar a prática de forma menos intensa, com caminhadas acompanhada de auxílio muscular , explica Rezende.

2) Acompanhamento profissional: "O inicio dos treinos devem ser dosados e acompanhados por professores. Resistência, capacidade cardiovascular e respiração, resistência muscular precisam ser trabalhadas para melhorar a mecânica do movimento", aconselha. Para o médico, é fundamental acompanhamento ortopédico antes de iniciar uma nova atividade, especialmente quando se trata de exercícios de alto impacto. “Além do acompanhamento profissional é preciso respeitar os limites e momentos individuais. Toda dor durante ou após os treinos deve ser examinada. É; importante diferenciar dor de esforço, muscular pelo uso e de lesões”, afirma.

3) Tipo de calçado: O tipo de tênis usado é um elemento essencial para correr do jeito certo . Temos pisadas diferentes e para isso há tênis desenvolvido para cada tipo. "É; importante fazer uma avaliação de pisada antes de começar a correr, algo que pode ser feito tanto com aparelhos, como com a baropodometria, um exame que avalia as pressões plantares e determina o centro de pressão durante a caminhada", indica.

4) Alimentação fundamental: A alimentação é importante tanto na preparação na corrida, como na hora de completar a prova. Hidratação e concentração energética boa são essenciais. "Antes da prova, é aconselhado alimentos mais leves, mas ricos em carboidratos, para que estes sejam absorvidos durante a atividade. Em provas longas, é necessário se hidratar no meio do percurso e repor a energia. Os isotônicos são ótimos para essas ocasiões", diz o médico.

5) Dores: A dor é um sinal do seu corpo, mas você precisa entendê-la. A dor precisa ser avaliada por um profissional, pois ela pode significar o começo de um músculo trabalhado como também pode indicar uma lesão. As lesões mais frequentes para quem pratica a corrida como esporte são inflamações de tendões/musculares, desgaste de cartilagem, lesões de meniscos e ligamentos. “Algumas dores não indicam necessariamente lesão, e podem ser resolvida com a mudança na mecânica do exercício, mudança de carga, reorganização do treino com aumento dos intervalos, dentre outras medidas. Outras lesões demandam suspensão das atividades", alerta Bruno.

Confira as principais corridas que acontecerão em Brasília no segundo semestre:

13/08 - Circuito das Estações - Caixa 2017 - Primavera
26/08 - 6ª Corrida Pão de Açúcar Kids
27/08 - 10ª Maratona Pão de Açúcar de Revezamento
03/09 - Progressive Race 3ª etapa
23/09 - Night Run 2017 - Etapa Blue
24/09 - The Color Run Dreams
08/10 - Corrida e Caminhada Feminina McDonald’s 5K 2017
29/10 - Asics Golden Runs 2017
12/11 - BSB City Marathon
10/12 - Circuito das Estações - Caixa 2017 - Verão


Serviço
Clínica Artrhos

Endereço: Via L2 Sul, 610 SALA 16 - Centro Médico Lúcio Costa - Asa Sul
Telefone: (61) 3553-0063


Hora da gramática: saiba como pronunciar o nome de grifes de luxo

Hora da gramática: saiba como pronunciar o nome de grifes de luxo
photo Reprodução

Às vezes, a nomenclatura das labels mais queridinhas do mundo da moda é um tanto complicada de falar

 

Algumas grifes são assunto garantido no papo entre amigas, porém nem sempre da forma correta. Os nomes de origem francesa, inglesa ou italiana ganharam versões abrasileiradas devido o nível de complicação da pronúncia.

Não gosta de se enrolar na hora de falar o nome da grife? Seus problemas acabaram! Abaixo confira como pronunciar certinho a nomenclatura das etiquetas mais hypadas do universo fashion

 

Alexander Wang – Alecsander Uéng

Balenciaga – Balenssiaga

Balmain – Balmá

Bottega Veneta – Botêga Vêneta

Bvlgari – Búlgari

Celine – Cêlín

Christian Louboutin – Cristian Lubutã

Comme des Garçons – Com Dê Gásson

Dolce & Gabbana – Doltchey end Gabana

Givenchy – Givonchí

Gucci – Gúti

Hermès – Erméz

Jacquemus – Jaquemus

Jean Paul Gaultier – Jon Pol Gotiê

Lanvin – Lanvã

Louis Vuitton – Lui Viton

Marchesa – Marquêsa

Moschino – Mosquino

Ralph Lauren – Ralf Loren

Tommy Hilfiger – Tomi Rilfiguer

Versace – Versatchê

Vetements – Vetmon

Yves Saint Laurent – Ivi Sã Lorrã